Home>CCDRC>Notícias>Fundos Europeus
  • Categories: Fundos Europeus

    O Programa Centro 2030 abriu um concurso para apoiar intervenções de proteção dos recursos hídricos e a gestão dos riscos associados à água, preferencialmente através de soluções de base natural. Com uma dotação financeira de 30 milhões de euros, os apoios visam promover a adaptação às alterações climáticas, a prevenção dos riscos de catástrofe e a resiliência, tendo em conta abordagens baseadas em ecossistemas, contribuindo para a resposta às necessidades de investimento em diferentes dimensões, de prevenção, de adaptação e de reação, num contexto de alterações climáticas, em que é necessário incrementar a resiliência territorial a fenómenos erosivos, de galgamento e inundação ou de cheias e secas ou de incêndios rurais. Beneficiários: Entidades da administração local e outras entidades da administração pública com competências na área. Consulte o aviso em https://centro2030.pt/avisos/

  • Categories: Fundos Europeus

    O Programa Centro 2030 abriu um concurso para a Proteção civil e gestão integrada de riscos. Com uma dotação financeira de 30 milhões de euros, estes apoios visam promover a adaptação às alterações climáticas, a prevenção dos riscos de catástrofe e a resiliência, tendo em conta abordagens baseadas em ecossistemas, contribuindo para a resposta às necessidades de investimento em diferentes dimensões, de prevenção, de adaptação e de reação, num contexto de alterações climáticas, em que é necessário incrementar a resiliência territorial a fenómenos erosivos, de galgamento e inundação ou de cheias e secas ou de incêndios rurais. DESTINATÁRIOS: - Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários (AHBV) - Entidades detentoras de Corpos de Bombeiros Profissionais - Serviços municipais ou municipalizados de proteção civil - Municípios e suas Associações e Comunidades Intermunicipais, enquanto entidades beneficiárias previstas no artigo 38.º do Regulamento Específico da Área Temática Ação Climática e Sustentabilidade (RE ACS), Portaria n.º 125/2024/1, de 1 de abril, na sua redação atual. Consulte o aviso de concurso em https://centro2030.pt/avisos/

  • A região Centro recebe amanhã, dia 3 de julho, no Porto de Aveiro, o VI Conselho Plenário da Comunidade de Trabalho Transfronteiriça Centro de Portugal - Castela e Leão (CENCYL), onde será subscrita uma Declaração Conjunta em defesa do Corredor Atlântico. Este encontro conta com a participação do Secretário de Estado da Administração Local e Ordenamento do Território, Hernâni Dias. O Corredor Atlântico é a principal temática do VI Conselho Plenário da Comunidade de Trabalho Transfronteiriça Centro de Portugal - Castela e Leão (CENCYL), tendo presente a importância geoestratégica deste eixo para as duas regiões e a discussão em curso sobre estas matérias quer em Portugal, quer em Espanha, quer ao nível europeu. Este Corredor tem uma importância fulcral no acesso de Portugal à Europa por via terrestre, nomeadamente no transporte de mercadorias, mas também de pessoas. As regiões Centro e Castela e Leão têm vindo a trabalhar em conjunto no sentido de valorizar economicamente o que consideram um ativo comum fundamental, que liga as duas regiões, desde os portos de Aveiro e da Figueira da Foz até à fronteira franco - espanhola (Irún). Estas regiões, pelo seu dinamismo económico e empresarial, são geradoras dos principais fluxos de mercadorias que o percorrem e, por isso, é da maior pertinência a defesa do desenvolvimento adequado do transporte de mercadorias por ferrovia, em linha com as propostas da Comissão Europeia para uma transição para transportes sustentáveis, uma prioridade fundamental do Pacto Ecológico Europeu. Consulte o programa em português e em espanhol. Consulte aqui a Declaração Conjunta de Aveiro 2024.        

  • Categories: Fundos Europeus

    O Plano de Ação da Intervenção Integrada de Base Territorial do Pinhal Interior, que terá uma dotação de 45 milhões de euros de fundos europeus, foi apresentado ao Comité de Acompanhamento do Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2030), que reuniu ontem, 25 de junho, em Pedrógão Pequeno. Focado nas opções estratégicas definidas por um conjunto muito alargado de agentes do território, o Plano de Ação da Intervenção Integrada de Base Territorial do Pinhal Interior aposta em instrumentos que procuram responder, em primeiro lugar, ao desafio demográfico, mas também contribuir para a promoção do empreendedorismo e inovação tecnológica e territorial e a revitalização do espaço rural. Foi também apresentado ao Comité de Acompanhamento, o ponto de situação do Programa Centro 2030, que dispõe de 2,2 mil milhões de euros de fundos europeus para financiar investimentos na região. Até ao momento já foram abertos 59 concursos, com uma dotação de 693 milhões de euros. Foram aprovados 89 projetos, que correspondem a investimentos de 66 milhões de euros, na competitividade das Pequenas e Médias Empresas (PME), no acesso à educação e formação, na cultura e turismo sustentáveis e em projetos do Fundo para uma Transição Justa. A reunião contou com a presença de representantes da Comissão Europeia, da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, organismos intermédios dos sistemas de incentivos, Comunidades Intermunicipais, Grupos de Ação Local e vários parceiros regionais como as associações empresariais, sindicatos, municípios, politécnicos e universidades.

  • Categories: Fundos Europeus

    O Programa Interreg Espanha-Portugal (POCTEP) 2021-2027 está a organizar um seminário online que irá decorrer no dia 04/07/2024, às 10:30h (hora portuguesa) via Zoom, dirigido a todas as entidades beneficiárias dos projetos aprovados das 2.ª, 3.ª e 4.ª Convocatórias. As informações apresentadas terão como foco principal, o procedimento de modificação e o circuito financeiro dos gastos na plataforma COFFEE Interreg (registro de despesas, verificações, validações, certificações de operação, etc.), além de outras informações sobre Visibilidade, Transparência e Comunicação (VTC). As inscrições são obrigatórias e estarão abertas até ao dia 02/07/2024. Para inscrição e mais informação: https://www.poctep.eu/seminarios-poctep/04-07-2024-webinar-poctep-proyectos-aprobados/?cmplz-force-reload=1718635044696

  • Categories: Fundos Europeus

    No âmbito do acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a região Centro participou no projeto piloto europeu Regions2030, cujo objetivo foi desenvolver, testar e melhorar uma estrutura de indicadores para monitorizar o cumprimento dos ODS ao nível regional. Os resultados são apresentados no relatório regional ‘Monitorização dos ODS na Região Centro’ e no relatório final ‘Monitorização dos ODS a nível regional na EU’, agora disponibilizados na língua portuguesa. Consulte mais informações sobre a monitorização dos ODS ao nível das regiões europeias em: https://tinyurl.com/cw8992bj

  • Categories: Fundos Europeus

    O Programa Regional do Centro (Centro2030) abriu sete concursos, com uma dotação de 108 milhões de euros de fundos europeus, para apoiar investimentos de base local e sub-regional com proximidade à vida dos cidadãos.  Estes apoios têm como finalidade apoiar investimentos nas seguintes áreas:  Ciclo Urbano da Água em Alta – 30M€  Eficiência Energética na Administração Local – 60 M€  Infraestruturas de cuidados de saúde primários – 4,4 M€  Equipamentos de cuidados de saúde primários – 1,1 M€  Novos modelos de organização de prestação de cuidados de saúde de proximidade – 3M€  Infraestruturas e Equipamentos sociais – 7,2M€  Infraestruturas do ensino básico e/ou do ensino secundário - 2ª fase de operações do PT2020 – 2,3M€  Alinhado com as prioridades da União Europeia, o Programa Centro 2030 estrutura-se em cinco objetivos estratégicos: Centro mais competitivo e inteligente, Centro mais verde, Centro mais conectado, Centro mais social e inclusivo e Centro territorialmente mais coeso e próximo dos cidadãos.  Além do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e do Fundo Social Europeu (FSE), o programa Centro 2030 inclui o Fundo para a Transição Justa, destinado a mitigar os impactos socioeconómicos da transição para a neutralidade carbónica resultantes do encerramento da Central Termoelétrica do Pego, através do apoio à diversificação da atividade económica do território e aos trabalhadores afetados.  Os avisos de concurso podem ser consultados em https://centro2030.pt/avisos/ 

  • Decorreu ontem, dia 4 de junho, na CCDRC o evento “Traçando um Rumo Regional para a Missão de Restaurar os Nossos Oceanos e Águas até 2030: Fomentando Inovações Sustentáveis na Região Centro, Portugal”, organizado em parceria com a Universidade de Aveiro. O objetivo foi mobilizar as partes interessadas da Região Centro para participarem ativamente na concretização dos objetivos estabelecidos pela Missão da União Europeia “Restore Our Ocean and Waters by 2030”. A iniciativa possibilitou o envolvimento de atores regionais e cidadãos, com especial ênfase no setor empresarial, gestores de áreas protegidas e autoridades regionais, para o co-desenvolvimento de soluções inovadoras para a Missão, em linha com a Estratégia de Especialização Inteligente (RIS3 Centro). Durante o dia, decorreram quatro painéis representativos dos diferentes stakeholders, abrangendo o papel da Missão no apoio aos objetivos de sustentabilidade dos Municípios, bem como as mais-valias para o setor privado, contribuindo para a especialização inteligente regional. Foram ainda abordadas oportunidades de financiamento, no contexto da Missão, para zonas protegidas, com a apresentação de vários projetos. Foi igualmente focado o contributo da Missão no apoio a iniciativas que envolvam e sensibilizem cidadãos, trabalhando a valorização do território numa perspetiva de coesão territorial. Alexandra Rodrigues, Vice-Presidente da CCDRC, sublinhou a importância do Oceano enquanto ativo da Região Centro, mas também como elemento histórico, cultural e agregador de comunidades, que deve ser protegido e valorizado, assumindo desde logo um lugar de destaque na Estratégia Regional de Especialização Inteligente do Centro, onde a Água é uma área prioritária central. O evento contou com a participação e presença da Comissão Europeia, que convidou a CCDRC, a par com a Agência Portuguesa do Ambiente, a Comunidade Intermunicipal de Aveiro e o Porto de Aveiro, a formalizarem o compromisso com a Missão “Restore Our Oceans and Waters by 2030”, com a adesão ao Mission Charter. Este materializa iniciativas existentes no território, alinhadas com os objetivos macro da Missão, incentivando a um esforço conjunto para a concretização dos mesmos: - proteger e restaurar ecossistemas e biodiversidade marinhos e de água doce; - prevenir e eliminar poluição aquática; - contribuir para uma economia azul circular e neutra em carbono. A missão “Recuperar o Nosso Oceano e Águas até 2030” é uma de cinco missões que integram o programa Horizonte Europa (2021-2027) e que se destinam a mobilizar recursos, agentes, financiamento, regulamentação, entre outros, para dar resposta a alguns dos problemas mais prementes com que a Europa se confronta atualmente, entre os quais os relacionados com os oceanos e as águas.

  • Categories: Fundos Europeus

    “Os Fundos Europeus não são invisíveis” é o mote da campanha de comunicação, lançada hoje, 9 de maio, dia da Europa, pela Autoridade de Gestão do Programa Regional do Centro (Centro2030). Esta campanha tem como principal objetivo sensibilizar os cidadãos para milhares de projetos financiados por fundos europeus que fazem parte do nosso dia a dia, evidenciando a sua importância para o desenvolvimento económico e social da região Centro. O cidadão é incentivado a descobrir à sua volta projetos financiados pela União Europeia, podendo estes serem encontrados em todo o lado: no centro de Saúde, no hospital, na escola, na universidade, no parque, num hotel, numa empresa, num museu ou numa praça junto à sua casa. Através do site https://osfundoseuropeusnaosaoinvisiveis.pt/, o cidadão pode ver, de uma forma simples, alguns dos projetos financiados por fundos europeus na região Centro, nos últimos sete anos,  nas oito sub-regiões: Coimbra, Aveiro, Leiria, Beira Baixa, Beiras e Serra da Estrela, Viseu Dão-lafões, Oeste e Médio Tejo. No âmbito desta campanha, vários projetos financiados por fundos europeus vão estar de portas abertas na região Centro. Ao longo do mês de maio, os cidadãos são convidados a conhecer, através de visitas guiadas, projetos ligados à cultura e ao património cultural que foram requalificados através de fundos europeus. Participe!

  • Categories: Fundos Europeus

    O Programa Centro 2030 abriu um concurso para apoiar intervenções de proteção dos recursos hídricos e a gestão dos riscos associados à água, preferencialmente através de soluções de base natural. Com uma dotação financeira de 30 milhões de euros, os apoios visam promover a adaptação às alterações climáticas, a prevenção dos riscos de catástrofe e a resiliência, tendo em conta abordagens baseadas em ecossistemas, contribuindo para a resposta às necessidades de investimento em diferentes dimensões, de prevenção, de adaptação e de reação, num contexto de alterações climáticas, em que é necessário incrementar a resiliência territorial a fenómenos erosivos, de galgamento e inundação ou de cheias e secas ou de incêndios rurais. Beneficiários: Entidades da administração local e outras entidades da administração pública com competências na área. Consulte o aviso em https://centro2030.pt/avisos/

  • Categories: Fundos Europeus

    O Programa Centro 2030 abriu um concurso para a Proteção civil e gestão integrada de riscos. Com uma dotação financeira de 30 milhões de euros, estes apoios visam promover a adaptação às alterações climáticas, a prevenção dos riscos de catástrofe e a resiliência, tendo em conta abordagens baseadas em ecossistemas, contribuindo para a resposta às necessidades de investimento em diferentes dimensões, de prevenção, de adaptação e de reação, num contexto de alterações climáticas, em que é necessário incrementar a resiliência territorial a fenómenos erosivos, de galgamento e inundação ou de cheias e secas ou de incêndios rurais. DESTINATÁRIOS: - Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários (AHBV) - Entidades detentoras de Corpos de Bombeiros Profissionais - Serviços municipais ou municipalizados de proteção civil - Municípios e suas Associações e Comunidades Intermunicipais, enquanto entidades beneficiárias previstas no artigo 38.º do Regulamento Específico da Área Temática Ação Climática e Sustentabilidade (RE ACS), Portaria n.º 125/2024/1, de 1 de abril, na sua redação atual. Consulte o aviso de concurso em https://centro2030.pt/avisos/

  • A região Centro recebe amanhã, dia 3 de julho, no Porto de Aveiro, o VI Conselho Plenário da Comunidade de Trabalho Transfronteiriça Centro de Portugal - Castela e Leão (CENCYL), onde será subscrita uma Declaração Conjunta em defesa do Corredor Atlântico. Este encontro conta com a participação do Secretário de Estado da Administração Local e Ordenamento do Território, Hernâni Dias. O Corredor Atlântico é a principal temática do VI Conselho Plenário da Comunidade de Trabalho Transfronteiriça Centro de Portugal - Castela e Leão (CENCYL), tendo presente a importância geoestratégica deste eixo para as duas regiões e a discussão em curso sobre estas matérias quer em Portugal, quer em Espanha, quer ao nível europeu. Este Corredor tem uma importância fulcral no acesso de Portugal à Europa por via terrestre, nomeadamente no transporte de mercadorias, mas também de pessoas. As regiões Centro e Castela e Leão têm vindo a trabalhar em conjunto no sentido de valorizar economicamente o que consideram um ativo comum fundamental, que liga as duas regiões, desde os portos de Aveiro e da Figueira da Foz até à fronteira franco - espanhola (Irún). Estas regiões, pelo seu dinamismo económico e empresarial, são geradoras dos principais fluxos de mercadorias que o percorrem e, por isso, é da maior pertinência a defesa do desenvolvimento adequado do transporte de mercadorias por ferrovia, em linha com as propostas da Comissão Europeia para uma transição para transportes sustentáveis, uma prioridade fundamental do Pacto Ecológico Europeu. Consulte o programa em português e em espanhol. Consulte aqui a Declaração Conjunta de Aveiro 2024.        

  • Categories: Fundos Europeus

    O Plano de Ação da Intervenção Integrada de Base Territorial do Pinhal Interior, que terá uma dotação de 45 milhões de euros de fundos europeus, foi apresentado ao Comité de Acompanhamento do Programa Operacional Regional do Centro (Centro 2030), que reuniu ontem, 25 de junho, em Pedrógão Pequeno. Focado nas opções estratégicas definidas por um conjunto muito alargado de agentes do território, o Plano de Ação da Intervenção Integrada de Base Territorial do Pinhal Interior aposta em instrumentos que procuram responder, em primeiro lugar, ao desafio demográfico, mas também contribuir para a promoção do empreendedorismo e inovação tecnológica e territorial e a revitalização do espaço rural. Foi também apresentado ao Comité de Acompanhamento, o ponto de situação do Programa Centro 2030, que dispõe de 2,2 mil milhões de euros de fundos europeus para financiar investimentos na região. Até ao momento já foram abertos 59 concursos, com uma dotação de 693 milhões de euros. Foram aprovados 89 projetos, que correspondem a investimentos de 66 milhões de euros, na competitividade das Pequenas e Médias Empresas (PME), no acesso à educação e formação, na cultura e turismo sustentáveis e em projetos do Fundo para uma Transição Justa. A reunião contou com a presença de representantes da Comissão Europeia, da Agência para o Desenvolvimento e Coesão, organismos intermédios dos sistemas de incentivos, Comunidades Intermunicipais, Grupos de Ação Local e vários parceiros regionais como as associações empresariais, sindicatos, municípios, politécnicos e universidades.

  • Categories: Fundos Europeus

    O Programa Interreg Espanha-Portugal (POCTEP) 2021-2027 está a organizar um seminário online que irá decorrer no dia 04/07/2024, às 10:30h (hora portuguesa) via Zoom, dirigido a todas as entidades beneficiárias dos projetos aprovados das 2.ª, 3.ª e 4.ª Convocatórias. As informações apresentadas terão como foco principal, o procedimento de modificação e o circuito financeiro dos gastos na plataforma COFFEE Interreg (registro de despesas, verificações, validações, certificações de operação, etc.), além de outras informações sobre Visibilidade, Transparência e Comunicação (VTC). As inscrições são obrigatórias e estarão abertas até ao dia 02/07/2024. Para inscrição e mais informação: https://www.poctep.eu/seminarios-poctep/04-07-2024-webinar-poctep-proyectos-aprobados/?cmplz-force-reload=1718635044696

  • Categories: Fundos Europeus

    No âmbito do acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a região Centro participou no projeto piloto europeu Regions2030, cujo objetivo foi desenvolver, testar e melhorar uma estrutura de indicadores para monitorizar o cumprimento dos ODS ao nível regional. Os resultados são apresentados no relatório regional ‘Monitorização dos ODS na Região Centro’ e no relatório final ‘Monitorização dos ODS a nível regional na EU’, agora disponibilizados na língua portuguesa. Consulte mais informações sobre a monitorização dos ODS ao nível das regiões europeias em: https://tinyurl.com/cw8992bj

  • Categories: Fundos Europeus

    O Programa Regional do Centro (Centro2030) abriu sete concursos, com uma dotação de 108 milhões de euros de fundos europeus, para apoiar investimentos de base local e sub-regional com proximidade à vida dos cidadãos.  Estes apoios têm como finalidade apoiar investimentos nas seguintes áreas:  Ciclo Urbano da Água em Alta – 30M€  Eficiência Energética na Administração Local – 60 M€  Infraestruturas de cuidados de saúde primários – 4,4 M€  Equipamentos de cuidados de saúde primários – 1,1 M€  Novos modelos de organização de prestação de cuidados de saúde de proximidade – 3M€  Infraestruturas e Equipamentos sociais – 7,2M€  Infraestruturas do ensino básico e/ou do ensino secundário - 2ª fase de operações do PT2020 – 2,3M€  Alinhado com as prioridades da União Europeia, o Programa Centro 2030 estrutura-se em cinco objetivos estratégicos: Centro mais competitivo e inteligente, Centro mais verde, Centro mais conectado, Centro mais social e inclusivo e Centro territorialmente mais coeso e próximo dos cidadãos.  Além do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) e do Fundo Social Europeu (FSE), o programa Centro 2030 inclui o Fundo para a Transição Justa, destinado a mitigar os impactos socioeconómicos da transição para a neutralidade carbónica resultantes do encerramento da Central Termoelétrica do Pego, através do apoio à diversificação da atividade económica do território e aos trabalhadores afetados.  Os avisos de concurso podem ser consultados em https://centro2030.pt/avisos/ 

  • Decorreu ontem, dia 4 de junho, na CCDRC o evento “Traçando um Rumo Regional para a Missão de Restaurar os Nossos Oceanos e Águas até 2030: Fomentando Inovações Sustentáveis na Região Centro, Portugal”, organizado em parceria com a Universidade de Aveiro. O objetivo foi mobilizar as partes interessadas da Região Centro para participarem ativamente na concretização dos objetivos estabelecidos pela Missão da União Europeia “Restore Our Ocean and Waters by 2030”. A iniciativa possibilitou o envolvimento de atores regionais e cidadãos, com especial ênfase no setor empresarial, gestores de áreas protegidas e autoridades regionais, para o co-desenvolvimento de soluções inovadoras para a Missão, em linha com a Estratégia de Especialização Inteligente (RIS3 Centro). Durante o dia, decorreram quatro painéis representativos dos diferentes stakeholders, abrangendo o papel da Missão no apoio aos objetivos de sustentabilidade dos Municípios, bem como as mais-valias para o setor privado, contribuindo para a especialização inteligente regional. Foram ainda abordadas oportunidades de financiamento, no contexto da Missão, para zonas protegidas, com a apresentação de vários projetos. Foi igualmente focado o contributo da Missão no apoio a iniciativas que envolvam e sensibilizem cidadãos, trabalhando a valorização do território numa perspetiva de coesão territorial. Alexandra Rodrigues, Vice-Presidente da CCDRC, sublinhou a importância do Oceano enquanto ativo da Região Centro, mas também como elemento histórico, cultural e agregador de comunidades, que deve ser protegido e valorizado, assumindo desde logo um lugar de destaque na Estratégia Regional de Especialização Inteligente do Centro, onde a Água é uma área prioritária central. O evento contou com a participação e presença da Comissão Europeia, que convidou a CCDRC, a par com a Agência Portuguesa do Ambiente, a Comunidade Intermunicipal de Aveiro e o Porto de Aveiro, a formalizarem o compromisso com a Missão “Restore Our Oceans and Waters by 2030”, com a adesão ao Mission Charter. Este materializa iniciativas existentes no território, alinhadas com os objetivos macro da Missão, incentivando a um esforço conjunto para a concretização dos mesmos: - proteger e restaurar ecossistemas e biodiversidade marinhos e de água doce; - prevenir e eliminar poluição aquática; - contribuir para uma economia azul circular e neutra em carbono. A missão “Recuperar o Nosso Oceano e Águas até 2030” é uma de cinco missões que integram o programa Horizonte Europa (2021-2027) e que se destinam a mobilizar recursos, agentes, financiamento, regulamentação, entre outros, para dar resposta a alguns dos problemas mais prementes com que a Europa se confronta atualmente, entre os quais os relacionados com os oceanos e as águas.

  • Categories: Fundos Europeus

    “Os Fundos Europeus não são invisíveis” é o mote da campanha de comunicação, lançada hoje, 9 de maio, dia da Europa, pela Autoridade de Gestão do Programa Regional do Centro (Centro2030). Esta campanha tem como principal objetivo sensibilizar os cidadãos para milhares de projetos financiados por fundos europeus que fazem parte do nosso dia a dia, evidenciando a sua importância para o desenvolvimento económico e social da região Centro. O cidadão é incentivado a descobrir à sua volta projetos financiados pela União Europeia, podendo estes serem encontrados em todo o lado: no centro de Saúde, no hospital, na escola, na universidade, no parque, num hotel, numa empresa, num museu ou numa praça junto à sua casa. Através do site https://osfundoseuropeusnaosaoinvisiveis.pt/, o cidadão pode ver, de uma forma simples, alguns dos projetos financiados por fundos europeus na região Centro, nos últimos sete anos,  nas oito sub-regiões: Coimbra, Aveiro, Leiria, Beira Baixa, Beiras e Serra da Estrela, Viseu Dão-lafões, Oeste e Médio Tejo. No âmbito desta campanha, vários projetos financiados por fundos europeus vão estar de portas abertas na região Centro. Ao longo do mês de maio, os cidadãos são convidados a conhecer, através de visitas guiadas, projetos ligados à cultura e ao património cultural que foram requalificados através de fundos europeus. Participe!