Comissão Arco Atlântico

Comissão Arco Atlântico

Published On: 07/01/2010Last Updated: 10/08/2023
Published On: 07/01/2010Last Updated: 10/08/2023

Enquanto membro da CRPM (Conferência das Regiões Periféricas Marítimas) a CCDRC integra a  Comissão Arco Atlântico (CAA), uma das seis comissões, geograficamente definidas, daquela Associação de Regiões.

Criada em 1989, em Faro, a Comissão Arco Atlântico agrupa 24 regiões de cinco Estados: Portugal, Espanha, França, Irlanda e Reino Unido.

Atualmente, a Comissão Arco Atlântico é presidida pela Região da Baixa Normandia.

A Comissão Arco Atlântico tem como principal objetivo o desenvolvimento das regiões que a integram, através, designadamente, da promoção dos setores de grande potencial ligados à sua condição atlântica, contrariando, através de uma ação conjunta, as dificuldades que resultam de se localizarem na periferia da Europa e os desafios ambientais, sociais, territoriais e económicos com que se defrontam.

A CAA assume também o papel de promover os interesses regionais junto das instâncias comunitárias e dos Estados-Membros, através da produção de documentos estratégicos, da participação ativa nas consultas sobre as políticas europeias, e da troca de pontos de vista permanente com os representantes das instituições comunitárias e nacionais.

A CAA concentra, atualmente, os seus esforços em torno de quatro temas, correspondentes a outros tantos grupos de trabalho constituídos e a funcionar:

 

Estratégia Arco Atlântico

Grupo dinamizado pelo Secretariado Executivo da CAA, mas com envolvimento empenhado de todas as regiões, que se propõe fazer do Arco Atlântico um espaço de aplicação das políticas europeias, graças nomeadamente à Estratégia Europeia para o Atlântico que a Comissão Arco Atlântico contribuiu em larga medida para promo Aplicar ver (ver aqui os documentos de trabalho).

Energias Marinhas

Grupo pilotado pela região da Cantábria, que visa promover a exploração do potencial do Arco Atlântico nesta matéria, no contexto do aumento de produção de energias renováveis previsto na estratégia 20-20-20 e de criação de uma economia mais verde para a Europa.


Transporte

Grupo coordenado pelo País Basco, que trabalha no sentido de melhorar a acessibilidade interna e externa, a intermodalidade e o desenvolvimento das ligações marítimas deste espaço.

 

Pesca

Grupo coordenado pela Galiza, que acompanha ativamente a reforma da política comum das pescas, procurando antecipar o impacto daquela reforma nas regiões atlânticas e trabalha no sentido de as preparar para os desafios que enfrentarão naquele contexto.

A CAA privilegia, ainda, outras temáticas, caras a este espaço e, por isso, objeto de trabalho coordenado no âmbito desta associação: Ambiente e Gestão Integrada de Zonas Costeiras, grupo coordenado pela Aquitânia, Investigação e Inovação, grupo coordenado pela Baixa Normandia e Segurança Marítima, grupo coordenado por Lisboa e Vale do Tejo.