Cem jovens da zona de fronteira da região Centro com Castela e Leão participaram nos passados dias 7 e 8 de novembro, num encontro "transfronteiriço” lúdico, formativo e desportivo, em Pinhel.

O encontro deu-se entre os jovens, com idades entre os 14 e 15 anos, que têm espanhol como língua estrangeira no Agrupamento de Escolas de Pinhel e alunos do Instituto de Educación Secundaria Fray Diego Tadeo de Ciudad Rodrigo que integram a língua portuguesa no seu currículo formativo.

Do Programa fizeram parte jogos tradicionais portugueses, um Peddy paper “À Descoberta de Pinhel”, a criação e elaboração de um mural alusivo à fronteira que os une, uma visita ao Centro Histórico e um serão de animação cultural. Estas atividades recreativas e as atividades de conhecimento recíproco dinâmico destinaram-se a melhorar a relação interpessoal, a permitir um entretenimento saudável, desenvolver o pensamento criativo e a iniciativa individual, aumentar a sensibilização para o respeito pelo meio ambiente e a promover a igualdade de oportunidades.

Esta iniciativa surge na sequência de dois Encontros realizados em 2018 e outro realizado em Ciudad Rodrigo em maio deste ano e pretendeu, além dos objetivos atrás mencionados, reforçar a ligação entre os dois lados da fronteira, quer entre os jovens, quer igualmente entre os professores e profissionais da educação.

Importa referir que a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e a Junta de Castilla y León, beneficiárias do projeto Interreg V-A POCTEP 0026_CENCYL2020_3_E, procuram, no seu trabalho de cooperação, estimular a cooperação de proximidade através do apoio a pequenas iniciativas de cooperação transfronteiriça, nomeadamente iniciativas que envolvam os públicos mais jovens.

A identificação dos estabelecimentos de ensino a envolver nesta ação foi feita, respetivamente, pela Direção-geral dos Estabelecimentos Escolares - Direção de Serviços da Região do Centro e a Consejería de Educación de la Junta de Castilla y León.