A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) entregou hoje, dia 14 de dezembro, em Manteigas, o prémio “Empreendedor 50+ da Região Centro” de 2022 ao empresário João Tomás, pelo seu investimento em projetos que valorizam o interior da região Centro e que empregam atualmente 142 pessoas. Esta distinção contou com a presença da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

O prémio “Empreendedor 50+ da Região Centro”, promovido em estreita colaboração com 26 instituições parceiras, tem como objetivo reconhecer publicamente empreendedores com histórias de vida inspiradoras, bem como promover o espírito empresarial em pessoas com mais de 50 anos.

O prémio associado à distinção do “Empreendedor 50+ da Região Centro” consiste na atribuição de dois vales no montante total de cinco mil euros. Este prémio é atribuído a instituições, com incidência na Região Centro, que realizem atividades de natureza social e cultural. Uma destas instituições é escolhida pelo empresário distinguido, recebendo um prémio de quatro mil euros, e a outra é indicada pela entidade parceira que propôs o empresário distinguido, que tem um prémio de mil euros.

O empresário João Tomás escolheu a instituição Casa de Santa Isabel, que recebe um prémio de quatro mil euros. A segunda instituição escolhida, indicada pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), foi a AFACIDASE - Associação de Familiares e Amigos do Cidadão com Deficiência e Dificuldade de Adaptação da Serra da Estrela, que recebe um prémio de mil euros.

Os candidatos à distinção Empreendedor 50+ da Região Centro são propostos pelas instituições parceiras (Associações empresariais, Comunidades Intermunicipais (CIM), Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC), Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Parques de Ciência e Tecnologia, Portugal Inovação Social e Turismo Centro de Portugal) e todas as candidaturas são analisadas por um júri constituído por elementos de entidades relacionadas com o emprego, empreendedorismo e o envelhecimento ativo e saudável.

Empresário João Pereira Tomás

O vencedor da edição 2022, João Pereira Tomás, iniciou a sua atividade empresarial aos 51 anos. Até aí desempenhou diferentes cargos de direção em diversas instituições bancárias e companhias de seguros. 

Em agosto de 2007 resolveu mudar de vida, empreendendo em projetos próprios no interior do País. Começou por criar a Casa das Penhas Douradas, a partir da requalificação de um antigo sanatório.

No arranque do hotel, a equipa foi quase toda ela constituída por operárias têxteis desempregadas com idade superior a 50 anos. Em 2010, ampliou o projeto e apresentou a Casa das Penhas Douradas – Burel Expedition Hotel. Em 2012, junto com sua mulher, Isabel Dias da Costa, lançou-se noutro projeto, a Burel Factory, que incidia na reconstrução de uma fábrica falida (a Lanifícios Império), no reemprego dos seus trabalhadores e na recuperação das máquinas e dos saberes dos lanifícios em Manteigas. Em 2018, novamente com a mulher, aposta na reconstrução e requalificação da Pousada de São Lourenço, que passou a designar-se Casa de São Lourenço- Burel Panorama Hotel, o primeiro hotel de 5 estrelas da Serra da Estrela, a partir de uma antiga e icónica Pousada de Portugal. Estes três projetos, agregados sob a marca Burel Mountain Originals, mereceram o Prémio Nacional do Turismo em 2020.

Já em 2021, apostou na recuperação d’A Transformadora, Fábrica do Pisão Novo, Lda, uma fábrica falida de ultimação e de tinturaria na Covilhã, adquirindo todo o seu equipamento e maquinaria e reempregando os seus trabalhadores, tendo mantido em funcionamento a última fábrica do tecido urbano da Cidade das Fábricas.