A Comissão Diretiva do Programa Centro 2020 aprovou 17 Projetos de Prova de Conceito, projetos liderados por Instituições do Sistema Científico e Tecnológico regional que promovem a cooperação entre entidades produtoras de conhecimento e o tecido empresarial.

Dos 17 projetos aprovados, que terão um apoio de fundos da União Europeia de cerca de 2 milhões de euros, três são da Universidade da Beira Interior, um do Tagusvalley - Associação para a Promoção e Desenvolvimento do Tecnopólo do Vale do Tejo, dois do Instituto Pedro Nunes, cinco da Universidade de Aveiro, três da Universidade de Coimbra, um do Instituto Politécnico de Leiria, um do Instituto Politécnico de Tomar e um do Instituto de Telecomunicações.

O objetivo destes projetos é valorizar o conhecimento já produzido em projetos de investigação, nomeadamente através da produção de protótipos laboratoriais, ensaios ou pré-séries semi-industriais, que permitam uma primeira validação desses resultados com o objetivo de serem transferidos para o mercado e explorados de forma útil pelas empresas.

Para assinalar estas aprovações, hoje, dia 9 de maio, dia da Europa, a Comissão Directiva do Programa Centro 20202 realizará uma visita a dois destes projetos:

•    Projeto “BlueComposite: Utilização de biocompósitos para libertação controlada de moduladores microbianos em sistemas de aquicultura de recirculação (RAS)” da Universidade de Aveiro

•    Projeto “NanoLIP: Nanopartículas lipídicas sólidas para o tratamento de tumores cerebrais” da Universidade de Coimbra