A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) iniciou um exercício de reflexão e discussão, que visa definir a estratégia do Centro de Portugal até 2030, pretendendo que este seja um processo amplamente participado pelos agentes da região.

É fundamental perceber os constrangimentos e os desafios que a região enfrenta, mas também delinear já ideias e projetos para a ação.​

A Visão que é proposta à discussão aponta os seguintes desígnios para a região:
 i) reforçar a competitividade nacional e internacional e consolidar um modelo de inovação territorial e socialmente inclusiva;
 ii) trabalhar e promover a capacitação para a resiliência dos territórios mais vulneráveis e mais carenciados de energia demográfica;
 iii) liderar a evolução para uma sociedade mais sustentável, promovendo a inovação e transição para a economia circular, integrando a emergência climática e as suas implicações em termos de sistemas produtivos e organização territorial;
 iv) colocar estrategicamente o seu sistema urbano ao serviço de um modelo territorial que evolua em combinação virtuosa entre territórios competitivos e inovadores e territórios mais deprimidos;
 v) organizar a oferta de qualificações e competências que a sua transformação estrutural exige.

A primeira versão de trabalho do documento “Visão estratégia para a Região Centro 2030" foi apresentada na sessão de lançamento desta discussão, decorrida no dia 13 de janeiro.

Consulte pdf aqui (470 KB) a apresentação feita e pdf aqui (1.63 MB) o documento.

Como anunciado nessa altura, decorre até ao dia 27 de janeiro o período de recolha de contributos para a construção coletiva de uma estratégia regional para a próxima década, para o Centro de Portugal.

Participe neste processo, enviando o seu contributo aqui.